134

Conheça os seus direitos sobre as viagens a trabalho!

Muitos funcionários precisam viajar constantemente como parte de seu trabalho diário. Seja para visitar um cliente ou acompanhar a expansão da empresa, as viagens a trabalho existem e são muito comuns.

Nessa hora surgem algumas dúvidas. Qual seria o meu direito como trabalhador nas viagens a trabalho? Devo receber horas extras? E quanto às despesas, como serão pagas?

Para eliminar essas e outras dúvidas a respeito do tema, separamos todos os detalhes sobre  viagens a trabalho. Descubra neste artigo os seus direitos como trabalhador e previna-se!

Direito a horas extras

A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) trata como hora extra, os períodos trabalhados fora da carga horária acertada entre empregador e empregado. No geral, o período de trabalho se estende por 8 horas diárias e 44 horas semanais.

Sendo assim, ao exceder essa carga horária o empregado tem direito a receber horas extraordinárias. O pagamento deve ser feito da seguinte forma:

Dias comuns: valor da hora trabalhada do funcionário + 50%

Feriados ou dias de repouso remunerado: valor da hora trabalhada + 100%

O percentual das horas extras, no entanto, pode ser maior que o estipulado por lei. Entretanto, isso só é possível com um acordo entre as partes ou uma convenção de sindicatos, por exemplo.

Mas o trabalhador em viagem tem direito a horas extras?

As leis trabalhistas não são claras quanto ao direito de horas extras nas viagens a trabalho. Contudo, as decisões comuns levam em conta dois fatores:

Empregados com registro de horas: para os funcionários com acordo e controle da carga horária trabalhada, existe sim a obrigatoriedade no pagamento das horas extras. Em outras palavras, se você registra o ponto eletrônico e viaja a trabalho fora de seu expediente deve receber horas extraordinárias.

Empregados sem registro de horas: já os colaboradores sem controle da carga horária, como trabalhadores externos ou cargos de confiança, não recebem horas extras. O motivo para isso é porque não é possível comprovar as horas trabalhadas pelo funcionário.

A jurisprudência, decisões comuns em casos dessa ordem, também discorre sobre outros pontos para pagamento das horas extraordinárias.

Segundo a literatura o tempo de pernoite do funcionário é considerado como intervalo de descanso, desde que ele não esteja trabalhando, e por isso não dá direito a pagamentos extras.

A lógica é simples: quando o funcionário fica a disposição da empresa suas horas devem ser remuneradas. Já quando está em descanso ou não está trabalhando, não constam horas extras.

Mesmo em viagem só são consideradas horas extras os períodos que o funcionário estiver trabalhando e sobre as ordens da empresa. Fora isso, não há encargos extras para a companhia.

Diárias de viagem

As diárias de viagem são expressas na lei trabalhista e visam ressarcir o colaborador de custos de viagem a trabalho. Esse pagamento é feito regularmente, como em casos de consultores e vendedores externos, por exemplo.

Já as despesas de viagens são pagas esporadicamente, mas seguem os mesmos princípios das diárias de viagem.

Portanto, a única diferença entre diárias e despesas de viagem é sua regularidade de pagamento. Mas a essência e legislação são a mesma!

Direito ao reembolso ou diária

Qualquer despesa ocasionada devido às viagens a trabalho deve ser reembolsada pelo empregador. Esses custos podem ou não ser comprovados, isso fica a critério da empresa.

Entre as despesas reembolsáveis, estão:

  • Depreciação do veículo do colaborador (quilometragem, combustível e lubrificantes);
  • Passagens aéreas, rodoviárias e ferroviárias;
  • Gastos com alimentação;
  • Diárias de hotéis, pensões ou qualquer tipo de hospedagem;
  • Despesas com translado do colaborador no destino (táxis, Uber ou transporte público);
  • Ingressos e entradas em eventos corporativos.

Entre as despesas não reembolsáveis, estão:

  • Compra de presentes;
  • Aquisição de bens para o colaborador.

Outras despesas de viagens podem estar previstas na Política de Viagens a trabalho da empresa. Por isso, é importante conhecer os termos da empresa onde trabalha e ficar atento para a existência desse documento.

 

Pagamento ou reembolso das despesas de viagens a trabalho

O pagamento desses valores deve constar na folha de pagamento.

No entanto, caso o valor pago não ultrapasse 50% do salário, não serão cobrados encargos trabalhistas. Porém, ao ultrapassar esse percentual, as diárias serão consideradas na cobrança de encargos.

Por exemplo, José faz muitas viagens a trabalho e por isso recebe diárias da empresa onde trabalha. Seu salário é de R$ 2.000 mil reais mensalmente.

As diárias de viagem deste mês fecharam em R$ 500 reais, 25% do salário de José. Como o percentual é menor que 50%, as diárias aparecerão em sua folha de pagamento. Mas são inferiores ao limite previsto na legislação, então não serão consideradas no desconto do INSS e outros encargos.

Seguindo o exemplo acima, os R$ 500 reais também não serão considerados para cálculo de 13º salário e férias. Agora ficou mais claro, certo?

Caso o valor das diárias ou despesas de viagem ultrapasse os 50% permitidos por lei vão integrar salário, exceto em casos de comprovação desses custos. Em outras palavras, se a empresa ou colaborador puder provar que o valor se refere a reembolso, as diárias não serão integradas ao salário. Por isso, usar um bom sistema de reembolso pode ser a melhor opção!

 

Ainda ficou com alguma dúvida? Baixe o nosso ebook gratuito “FAQ – Direitos de Viagens Corporativas” e veja as principais questões respondidas por especialistas. Clique aqui para fazer o donwload grátis!

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Yanick Gudim

Founder, CEO ExpenseOn Yanick Gudim, controller com ampla experiencia em auditoria e consultoria de empresas de médio e grande porte. Durante 3 anos trabalhei como consultor financeiro para startups de tecnologia como: Just Eat, Elens, Girafas, Mega Mamute, Sorte Online, Beleza na web, Play tech, entre outras.

134 Comments

    • Bom dia David,

      referente a este ponto é importante conversar e negociar com sua empresa, mas geralmente o que é aplicado é apenas o pagamento de horas extras o composição de um banco de horas.

      Espero ter ajudado e inscreva-se em nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos.

  1. Eu estou viajando a trabalho e acabei recebendo um dia de folga. Tenho direito de receber ou posso está de folga fora do meu estado?

    • Olá Anna, tudo bem?

      Sobre este ponto é variável de empresa para empresa. Hoje em dia no Brasil não há um padrão para isso.

      Espero ter ajudado. Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  2. Meu esposo foi para o Paraguai a trabalho, já tem uma semana, e o barco onde ele vai trabalhar não chegou ainda, só na segunda, a empresa vai pagar por essa semana? A remuneração é diferenciada devido ser fora do Brasil?

    • Boa tarde Rose, tudo bem?

      Sobre está questão depende de cada empresa. Porém, normalmente este valor é reembolsado não importa sua localidade.

      Espero ter ajudado. Para mais duvidas, estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  3. Bom dia… tudo bem??
    Gostaria de saber se existe alguma diferença quanto ao pagamento de colaboradores que necessitem prestar serviço fora do país.
    Exemplo de uma assistência técnica de 2 semanas em países vizinhos ao Brasil.

    É passível de adicionais, horas extras diferenciadas ou pagamento exclusivo para tal serviço?

    • Boa tarde Leonardo, tudo bem e você?

      Sobre está diferenciação depende muito dos motivos do trabalho e o tempo de permanence no país. Isso dependeria mais de algo acordado ou proposto pela sua empresa.

      Espero ter ajudado, para qualquer duvida estou a disposição!

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

    • Boa tarde Roberto, tudo bem?

      Os dias de folgas são variáveis de empresa para empresa. Portanto, seria algo acordado com a empresa de sua esposa.

      Espero ter ajudado, para qualquer duvida estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  4. Ola meu esposo ta trabalhando fora do estado pediu a conta.. o patrao tem de paga o transporte de volta assim comk o de ida quando eles foram..ou tem ele mesmo de comprar…

    • Olá Camila, tudo bem?

      Isto depende do que foi acordado com a empresa antes dele ter ido para a viagem.

      Espero ter ajudado, para qualquer duvida estou a disposições.

      Aproveite e assine nosso newsletter para conteúdos exclusivos e mais informações.

    • Boa tarde Fabio,

      Referente a esta questão, o recomendado seria conversar e negociar com sua empresa. Porem, normalmente é apenas aplicados a horas extras.

      Espero ter ajudado. Para mais duvidas estou a disposição.

      Assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  5. Se um funcionário precisar viajar pela empresa ele deve ganhar hora extra pela percurso da viagem? E se ele precisar ficar o fim de semana no hotel e caracterizado como hora extra? Lembrando que ele ficará no hotel, pq a viagem é longa e ele não poderá fazer o serviço no fim semana. Obrigada

    • Olá Luana, tudo bem?

      Respondendo suas perguntas; Normalmente é só contada as horas trabalhadas dentro da empresa. Ou seja, não seria contado o tempo de deslocamento até a destino. Porem a questão do fim de semana, isto seria algo acordado com a empresa.

      Espero ter ajudado, para qualquer outra duvida estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  6. Ola Yanick, trabalho em uma empresa sediada em Florianópolis e efetuo viajes a trabalho em diversas cidades com retorno ao final do dia. A empresa fornece um ticket alelo refeição no valor de R $ 12,00 por dia o que não é suficiente para pagar um almoço. A empresa não paga as despesas de refeição em viajes alegando que já dá o alelo refeição. E diz que não é obrigada a pagar a alimentação, nem mesmo em viagens. Isso está correto, e se não o que devo fazer? Em qual lei me basear?

    • Olá Marcelo, tudo bem?

      Caso o total disponibilizado pela sua empresa não seja suficiente, você este deve ser reembolsado ao apresentar as notas fiscais do que foi pago, dentro dos critérios de razoabilidade e do programa de viagem corporativa da empresa. Ou seja, quem decide seria seus responsáveis.

      Espero ter ajudado,e qualquer outra duvida estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  7. Olá Boa noite viajei pra uma empresa a trabalho pra outro estado fiz os exames dia 19 porem sai dia 21 cheguei no mesmo dia mas só fui registrado só no dia 25 está correto este procedimento obgdo

  8. Boa tarde,
    O profissional que trabalha em regime de ponto eletrônico e que viaja a trabalho pela empresa tem direito a hora extra? Um exemplo: Seu horário de trabalho é 8 horas diárias, e após o fechamento do ponto desloca em viagem a serviço com duração de 13 horas a viagem. Essas horas em viagem contam como hora extra?

    • Boa tarde Igor, tudo bem?

      Seriam aceitas somente as horas trabalhada na empresa. De acordo com o artigo “Art. 58, §§ 2º e 3º, da CLT
      O tempo que o funcionário leva para chegar até a empresa não é computado na jornada de trabalho, exceto quando se trata de local de difícil acesso ou aonde não chega transporte público. Neste caso, nas microempresas ou empresas de pequeno porte, pode ser fixada a forma e a natureza da remuneração.”

      Segue o link de um material de apoio para esta questão:
      http://www.fecomercio.com.br/noticia/reforma-trabalhista-como-fica-o-tempo-de-deslocamento-para-o-emprego

      Espero ter ajudado, para qualquer outra duvida estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  9. Poderia me ajudar com uma duvida na lei trabalhista CLT em viagem à trabalho.
    – Devo lançar as horas trabalhadas desde que entro no uber até a empresa e o retorno até o hotel (translado). Ou somente a hora trabalhada na empresa?

    • Boa tarde William, tudo bem?

      De acordo com o artigo “Art. 58, §§ 2º e 3º, da CLT “O tempo que o funcionário leva para chegar até a empresa não é computado na jornada de trabalho, exceto quando se trata de local de difícil acesso ou aonde não chega transporte público. Neste caso, nas microempresas ou empresas de pequeno porte, pode ser fixada a forma e a natureza da remuneração.” Ou seja, seriam computadas apenas as horas trabalhadas dentro do empresa. Ou, algum acordo feito entre você e a empresa, o qual validaria esta carga do percurso.

      Segue o link de um material de apoio para esta questão:
      http://www.fecomercio.com.br/noticia/reforma-trabalhista-como-fica-o-tempo-de-deslocamento-para-o-emprego

      Espero ter ajudado, para qualquer outra duvida estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  10. Usei meu carro numa viagem para a empresa pois precisava chegar cedo no cliente, porém, fui multado, a empresa não se manifestou apesar de eu ter comentado, qual procedimento??
    Assumo a multa sozinho?
    De ônibus seria impossível chegar no horário previsto e hospedar um dia antes TB não.

    • Boa tarde Robson,

      Neste caso você teria que arcar com as despesas sozinho, infelizmente as empresas não costumam arcar com este tipo de despesa. Pois, infrações de trânsito são vistas como imprudência do condutor, portanto não é reembolsado.

      Espero ter ajudado. Para mais duvidas estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  11. Viajo a trabalho pela empresa com meu veiculo, o cartão de ponto tem que ser batido na unidade onde pertenço? pois sou lotado onde moro, no meu entender eu teria que bater o ponto na cidade onde eu moro, pois pode haver um acidente de percurso, o que prova que eu estava a serviço da empresa se o meu cartão de ponto esta em aberto? Se puder me ajudar eu agradeço!

    • Olá Fabio,

      Neste caso o ideal seria você bater o ponto no local onde você trabalha. Porem, o ideal seria você conversar com seus diretores, para acordar algo mais concreto.

      Espero ter ajudado! Para qualquer duvida estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para novidades e conteúdos exclusivos.

  12. Tenho que me deslocar para um cliente em um domingo para estar cedo na segunda feira pela manhã. São 7 horas de carro. Esse deslocamento em um domingo é convertido em hora extra ou banco de horas? Se for banco de horas as horas são dobradas como se fossem horas extras

    • Bom dia Carlos, tudo bem?

      De acordo com o artigo “Art. 58, §§ 2º e 3º, da CLT “O tempo que o funcionário leva para chegar até a empresa não é computado na jornada de trabalho, exceto quando se trata de local de difícil acesso ou aonde não chega transporte público. Neste caso, nas microempresas ou empresas de pequeno porte, pode ser fixada a forma e a natureza da remuneração.” Ou seja, seriam computadas apenas as horas trabalhadas dentro do empresa. Ou, algum acordo feito entre você e a empresa, o qual validaria esta carga do percurso.

      Segue o link de um material de apoio para esta questão:
      http://www.fecomercio.com.br/noticia/reforma-trabalhista-como-fica-o-tempo-de-deslocamento-para-o-emprego

      Espero ter ajudado, para qualquer outra duvida estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais informações e conteúdos exclusivos.

  13. Olá boa tarde, trabalho em uma empresa em regime 12×36, chegando a passar ate 20 dias em outro estado. As despesa são todas custeadas pela empresa (hospedagem, deslocamento, cafe, almoço e janta). Sendo que deveríamos descansar 36 hr e não é oque acontece chegando a trabalhar seguido os dias com descanso de no máximo 10 horas. Neste caso esta errado isto acontecer.? Sendo que nosso ponto é preenchido manualmente e somos obrigados a assinar como se fossem apenas 8 hr trabalhadas por dia, e não dias seguidos. Como por ex: assinamos um dia sim e outro nao como se estivesse trabalhando apenas 8 horas.

    Outra duvida, fora as despesas seria o caso da empresa me pagar algo diferente ja que estou fora do meu local de trabalho habitual para qual fui contratado, sendo que no contrato consta que seria apenas viagens eventuais e não corriqueiras como vem acontecendo. Todos mês passar uma semana e de 2 em 2 meses chegando a passar ate 20 dias.

    • Olá Bruno,

      A respeito da sua primeira pergunta sobre a jornada de trabalho recomendo você entrar em contato com RH da sua empresa para que eles lhe explique melhor como funciona essa jornada e a filiação. Caso não seja planamente resolvido, o ideal seria consultar um advogado trabalhista para que estas condutas sejam verificadas.
      Em relação a segunda pergunta, consultar a politica de reembolso e viagens da companhia. Pois, não há um padrão brasileiro para este tipo de caso. Cada empresa possui uma própria resolução.

      Obrigada pelas perguntas, e espero ter ajudado. Para mais dúvidas fico a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para novidades e conteúdos exclusivos.

  14. Boa tarde!
    Viajo a mais de um ano pela minha empresa, 3 semanas por mês, fico uma media de 3 dias fora, em hoteis, nesse período estou a disposição da empresa, tenho direito a horas extras sobre isso?

    • Olá Juliano, tudo bem?

      Nessa situação não é comum de empresas aceitarem este tipo de politica.

      Espero ter ajudado. Qualquer duvida estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter par novidades e conteúdos exclusivos.

  15. entao eu viajei durante dois anos a empresa pagava o hotel,almoço e a janta e as horas extra…mas queria saber quando vc se desloca da sua residência para outro estado, eles tem que pagar um salário extra ou nao

    • Olá José,

      Obrigada pela sua pergunta!

      Sobre está questão, a empresa não teria que pagar um salário extra. Não existe nenhum tipo de lei nacional a qual libera este tipo de ação.

      Espero ter respondido sua questão. Qualquer dúvida estou a disposição.

      Aproveite e assine o nosso newsletter para novidades e conteúdos exclusivos!

  16. bom dia sou de São Jose dos Campos -SP
    Trabalho em uma clinica meu horario é das 7:00 as 16:00 de seg a sexta e sabado das 7:00 as 11:00.
    A clinica não esta querendo mais abrir mais aos sabados em São Jose e estão querendo que eu me desloque até outra cidade Taubaté. Da uma distância de 49 km de onde moro.
    Se eu for pra la de carro o que eles tem que me pagar ?
    Caso eu vá de onibus eles me pagam só o valor da passagem ?
    Sobre a hora que sai pra ir ao trabalho e depois para retornar é contado como jornada de trabalho ?
    No sabado não me pagam almoço mas se eu for pra essa cidade eles terão que pagar ?
    me ajuda por favor com essa perguntas, caso possa me mandar alem das respostas os artigos da CLT que falam desse assuntos para eu mostrar para meu superior eu agradeço.

    Obrigado

    • Olá Olavo,

      Obrigada pelo feedback!

      Sobre as duvidas de pagamento, isto seria algo acordado com o seu supervisor. Pois, teria que ser verificado a politica de reembolso da sua empresa.
      Já a questão das horas, o percurso deslocado até o trabalho não contam na jornada de trabalho.

      Espero ter ajudado! Qualquer outra dúvida estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para novidades e conteúdos exclusivos.

  17. A empresa limita os gastos com alimentação em viagem em 9,00 reais para café da manhã , 15,00 para a janta e almoço por conta do VR.
    Isso está dentro da legalidade?
    Por exemplo, se gatei 20,00 na janta, a empresa só faz ressarcimento de 15,00…

    • Olá Diogo,

      Sobre está questão seria melhor conversar com os deus superiores. Assim você teria um melhor entendimento e esclarecimento sobre a legislação da sua empresa.
      Espero ter ajudado!

      Fico a disposição para eventuais duvidadas.

      Aproveite e assine nosso newsletter para novidades e conteúdos exclusivos.

  18. Bom Dia!
    Trabalho no setor público contratado,
    Faz dois anos!
    Nunca recebi 13 salário, férias, e uma vez por mês tenho que viajar para fora da cidade a serviço do meu setor, não me dão diárias, só abastecem meu carro e pronto!
    Como devo proceder? Está correto?
    Trabalha numa prefeitura

  19. Bom dia!
    Primeiramente quero agradecer a sua disponibilidade para responder a tantas dúvidas. Já me ajudou muito a fazer o correto em várias questões, porém ainda tenho uma dúvida.
    Tenho uma micro empresa e esporadicamente o funcionário viaja, passa a noite e volta. Já vi as respostas sobre horas extras e despesas de viagem, porém não sei nessas despesas de viagem, eu posso descontar o vale refeição ou alimentação (alguns optam por alimentação) que já paguei para aquele dia. Eu penso que se paguei todas as despesas nessa viagem, inclusive o almoço e já paguei por esse almoço quando dei o vale, esse valor poderia ser descontado no vale do mês seguinte.Meu raciocínio está correto?

    • Boa tarde Carlos,

      Obrigada pelo feedback. Fico feliz em saber que estamos ajudando 🙂

      Sobre esta questão, geralmente as empresas que temos contato não pratica nenhum desconto.
      Não ficou claro para mim se esta viagem é a trabalho ou não.
      Se for uma viagem a trabalho você pode não pagar o almoço para aquele dia pois já pagou como Vale Refeição.

      Espero ter ajudado, e fico a disposição para quaisquer mais duvidas.

  20. Trabalho viajando e os sábados e Domingos fora de casa contam como folga eu trabalhando ou não. Empresa as vezes querer comprar essas folgas, como deve ser o pagamento?

    • Boa tarde Jonas,

      Para este caso especifico recomendo que consulte um advogado trabalhista. Ele ira orienta lo melhor.

      Espero ter ajudado!

      Aproveite e assine nosso newsletter para novidade e conteúdos exclusivos.

  21. Olá. Viajo pela empresa para outros paises e fico sempre mais de 30 dias. A empresa paga todas as despesas com a alimentacao, hospedagem e transporte. Porém, não são pagos como diarias e sim um valor a ser gasto em moeda ou no cartao corporativo. A minha pergunta é a seguinte: Como estou em viagem por um tempo muito longo, a empresa não deveria “pagar um salario” na moeda do pais em que estou para despesas pessoais, lazer etc? Pois como estou fora, nao posso fazer um lazer nos dias de descanso, pois a moeda local é 4 vezes mais que o real. Acabando que fico sem poder fazer nada nesse periodo. Pois nao tenho como custear essas horas de lazer.

    • Boa tarde Ricardo,

      Normalmente o que é pago durante a viagens a trabalho são apenas pagas as despesas feitas no local. Não existe nenhum tipo de legislação a qual fala sobre pagar um ônus para lazer. Porém, recomendo a você buscar um advogado trabalhista ou os seus superiores para mais informações.

      Espero ter ajudado! Para mais duvidas estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais novidades e conteúdos exclusivos =)

  22. Bom dia viajo atrapalho passo de uma a duas semanas fora de casa mais a empresa só paga meu salário como se eu estivesse na minha cidade ela não teria que me pagar algum ônus por ter que ficar fora de casa

    • Boa tarde Edivaldo,

      Normalmente o que é pago durante a viagens a trabalho são apenas pagas as despesas feitas no local. Não existe nenhum tipo de legislação a qual fala sobre pagar um ônus por isso. Porém, recomendo a você buscar um advogado trabalhista ou os seus superiores para mais informações.

      Espero ter ajudado! Para mais duvidas estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para mais novidades e conteúdos exclusivos =)

  23. Sou de Minas Gerais, trabalho na empresa há 4 anos, trabalhando próximo de casa, e desde o início do ano estou viajando a trabalho para São Paulo e Paraná, a empresa paga transporte, hotel, alimentação e despesas relacionadas ao trabalho, e banco de horas extras, fico em média 30 dias fora e uma semana em casa trabalhando com serviços administrativos. A minha dúvida é se quando o funcionário tem deslocamentos é pago um percentual sobre o salário, ou a lei não fala nada a respeito, o salário é pago da mesma forma como se estivesse trabalhando como antes quando era próximo de casa?

    • Boa tarde Larissy,

      Não a nenhum tipo de legislação a qual informa que o tempo de deslocamento vale como ônus. Normalmente o que conta são apenas as horas trabalhadas no dia.

      Espero ter ajudado, para mais duvidas fico a disposição.

      Aproveite e assine o nosso newsletter para novidades e conteúdos exclusivos.

  24. Boa noite, no meu trabalho é feito banco de horas, eu viajei a trabalho e fiquei 10 dias foras… Toda hora que fiz além da minha carga horária é banco de horas ou hora extra ?

    • Bom dia Kaique,

      Obrigada pelo seu feedback! Respondendo a sua pergunta, durante esses 10 dias as horas as quais você trabalhou contam como hora extra sim.

      Espero ter ajudado, par amais duvidas estou a disposição.

      Aproveite e assine nosso newsletter para novidades e conteúdos exclusivos =)

  25. Boa tarde,
    Tenho uma duvida ainda, viajei para um treinamento a pedido da empresa, a empresa cedeu o transporte.
    Na ida fomos no horário de trabalho pernoitamos em um hotel e no dia seguinte fomos para o curso das 8h às 17h e logo apos o encerramento já saímos em viagem de volta chegando na empresa a 1 hora da madrugada. Essas horas de viagem de volta conta como horas extras?

  26. Estou a 40 dias viajando a trabalho, quero ir pra casa pra ver minha famílias a empresa só manda fazer mais serviços o que devo fazer ?

  27. Olá, onde trabalho tenho uma funcionária que 1x por mês precisa se deslocar a outra cidade, leva em média 6h pra ir e 6h pra voltar, essa horas devem ser pagas ou podem ser compensadas em BH, ou o deslocamento não conta como hora extra?

  28. Boa tarde!
    Estou trabalhando viajando pela empresa. Saio da minha cidade domingo, ao final da tarde, e retorno para minha cidade sábado, chegando 00:00. Essa rotina toda semana. Essas horas de deslocamento são consideradas como horas extras?
    Obrigada!

  29. Quando em serviço…sou segurança pessoal e o horário de deslocamento de viagem não pode ser pago?ou seja não posso colocar no cartão ponto o horário que saiu de um estado para o o outro? Somente é válido o meu horário quando chegar no destino?

  30. E como se aplica a situação de quando o funcionária viaja aos fim de semana? Para iniciar as atividades em Unidades externas a empresa marca as viagens sempre aos domingos… Agradeço antecipadamente se puder ajudar.

  31. Ola trabalho em uma empresa ha 5 anos, pois viajamos de nossa cidade a outra pra trabalhar e esta viaje nao er pago de nemhuma forma, viajamos sempre na nossa folga. Esta correto

  32. Bom dia!
    Meu irmão viajou a trabalho pela empresa e os custos de hospedagem e alimentação ele teve que arcar do próprio bolso para posterior reembolso. Ao retornar, com os devidos comprovantes, a empresa fará o reembolso em 2x. Isso está correto?

  33. Trabalho em uma empresa distante 570 km da minha cidade já tenho 60 dias sem folga o que devo fazer já que eles não quer da folga e minha função e motorista

    • Oi Evandro, não existe previsão para descanso em relação a um período em específico trabalhado fora do estado ou do país de origem sem folgas. No entanto, o artigo 307 da CLT prevê que a cada 6 (seis) dias de trabalho efetivo o empregado tem o direito a 1 (um) dia de descanso obrigatório:
      “A cada 6 (seis) dias de trabalho efetivo corresponderá 1 (um) dia de descanso obrigatório, que coincidirá com o domingo, salvo acordo escrito em contrário, no qual será expressamente estipulado o dia em que se deve verificar o descanso.”
      Esse descanso pode ser na cidade de trabalho ou na cidade de domicílio, se você tem folgas, mesmo que na cidade em que está trabalhando, isso está sendo contado como folga.
      Ainda tem dúvidas? Essa resposta foi retirada do nosso e-book! Confira quais outros direitos você tem quando está fora a trabalho https://materiais.expenseon.com/direitos_de_viagem

    • Oi Evandro, o artigo 307 da CLT prevê que a cada 6 (seis) dias de trabalho efetivo o empregado tem o direito a 1 (um) dia de descanso obrigatório:
      “A cada 6 (seis) dias de trabalho efetivo corresponderá 1 (um) dia de descanso obrigatório, que coincidirá com o domingo, salvo acordo escrito em contrário, no qual será expressamente estipulado o dia em que se deve verificar o descanso.”
      Esse descanso pode ser na cidade de trabalho ou na cidade de domicílio, se você tem folgas, mesmo que na cidade em que está trabalhando, isso está sendo contado como folga.
      Ainda tem dúvidas? Essa resposta foi retirada do nosso e-book! Confira quais outros direitos você tem quando está fora a trabalho https://materiais.expenseon.com/direitos_de_viagem

  34. Há um valor determinado para essa despesa de viagem, ou isso também fica a critério da empresa? No caso de trabalho noturno, o valor do lanche, pode substituir o valor do jantar?

  35. Viajo a trabalho e saio do estado fico fora por 3 meses, quando volto recebo 5 dias de folga. Está certo isso sendo que trabalho feriados e sábados e eles contam banco de horas como normais se trabalhei feriado 8 horas o banco de hora deveria ser uma porcentagem maior?

    • Boa tarde, Carol! Depende da política da sua empresa, mas geralmente desde que ela não atrapalhe suas atividades e compromissos de trabalho não tem problema. É importante ter em mente de que a empresa só tem a responsabilidade de custear as suas despesas e que as despesas da sua esposa não são reembolsáveis.
      Para maiores detalhes sugiro que você consulte do nosso e-book https://materiais.expenseon.com/direitos_de_viagem

    • Boa tarde, Carol!
      Depende da política da sua empresa, mas geralmente desde que ela não atrapalhe suas atividades e compromissos de trabalho não tem problema. É importante ter em mente de que a empresa só tem a responsabilidade de custear as suas despesas e que as despesas da sua esposa não são reembolsáveis.
      Para maiores detalhes sugiro que você consulte do nosso e-book https://materiais.expenseon.com/direitos_de_viagem

  36. Vou viajar no dia da minha folga ou seja no sábado pro domingo para outro país 14 horas de viagem tenho direito a hora extra

  37. Bom dia como funciona o translado de viagem
    Quando começa a conta o ponto de translado de viagem?
    Exemplo estou indo trabalhar na argentina eu bato meu ponto no taxi e depois só quando chegar no hotel da argentina ?
    Atualmente a recomendação da empresa é bater o ponto quando chega no aeroporto do brasil e depois quando chega no aeroporto da argentina qual a maneira correta?

  38. Tive que passar 70 dias fora do estado a serviço, além das despesas com comida e hospedagem a empresa é obrigada a pagar algum percentual por eu estar fora de minha casa?
    Pq quando eu estava em outra empresa recebia 25%.

  39. Bom dia, trabalho fora da minha cidade a 7 meses a uma distancia a 100 km, e agora estou indo para mais uma obra de 6 meses para uma cidade a 200 km de onde moro dentro do meu Estado-MG. tenho direito a percentual por estar fora da cidade onde moro?

  40. Boa noite
    Meu nome é Robson Silva trabalho.numa empresa de transporte de passageiros e esses dias tive q viajar para fazer um serviço em outra cidade , porém a cidade ficava muito longe uns 670 km da cidade qual trabalho, trabalhei normal das 7.30 hrs até as 17.00 e peguei o transporte as 22.30 hrs chegando ao destino as 9.30 do outro dia. No há dúvida é sobre essas horas de viagem como q ele devem psgar e como devo cobrar caso não vê há essas horas??

  41. Boa tarde. Se um funcionário recebe vale alimentação (por opção), quando ele faz alguma viagem rápida pela empresa, a mesma tem que pagar seu custo com alimentação (almoço)?

    • Boa tarde Neila!
      Isso vai depender do seu contrato com a empresa, se você recebe vale alimentação, etc.
      Já deu uma olhada no nosso e-book sobre direitos em viagens de trabalho? Temos essa pergunta respondida no capítulo sobre refeição.
      https://materiais.expenseon.com/direitos_de_viagem

      Se tiver mais dúvidas estamos a disposição, mas tenho certeza que você vai esclarecer suas dúvidas com esse material.

    • Boa tarde Neila!

      Isso vai depender do seu contrato com a empresa, se você recebe vale alimentação, etc.
      Já deu uma olhada no nosso e-book sobre direitos em viagens de trabalho? Temos essa pergunta respondida no capítulo sobre refeição.
      https://materiais.expenseon.com/direitos_de_viagem

      Se tiver mais dúvidas estamos a disposição, mas tenho certeza que você vai esclarecer suas dúvidas com esse material.

  42. Boa tarde,
    Só pra tirar uma duvida : Pela postagem, só são constadas horas trabalhadas quando o colaborador está dentro da empresa. Horas em que o colaborador se encontra no hotel ou em deslocamento não encaixam como horas trabalhadas, certo? Gostaria de saber se funciona da mesma forma com horário de almoço ou se a contagem das horas são feitas diretas. Exemplo: Fico a serviço da minha empresa em outra cidade durante todo o dia, saio as 07:00 da manha e retorno as 16:00. Paro pra almoçar de 11:00 á 12:00… no caso, essa uma hora não ira contar como hora trabalhada não né ?!

  43. Bom dia. Ótimo blog, muito bem elaborado. Seu FAQ também tira muitas dúvidas, mas ainda fiquei com alguns questionamentos, apesar de ler todo o FAQ.
    Sou empregado publico concursado, ou seja CLT que rege. Trabalho em um setor que necessita de viagens eventuais para manutenção de equipamentos, minha carga é de seis horas, fico a disposição da empresa em media de oito a dez horas, no monitoramento dos equipamentos, retornando ao final do dia para o hotel e se tudo estiver bem seguindo para outra cidade no dia seguinte para realizar o mesmo trabalho nas mesmas condições. A pergunta é se devo entrar com processo para receber horas extras, considenrando que eventualmente trabalho sem o descanso semanal e se eles tem essa obrigação ou se corre o risco de ter estas horas no banco de horas, considerando que não é pratica do órgão nem o pagamento de horas extras e nem a utilizacao do banco de horas.

    • Oi Edson, bom dia!
      Que bom que você gosta do nosso blog!
      Como você mesmo está relatando que eles não cumprem o estipulado no seu contrato de trabalho e não cumprem o descanso semanal estipulado pela CLT, é recomendado que procure um advogado trabalhista que te oriente de acordo com a sua situação específica.

      Obrigada pela pergunta! Esperamos ter ajudado!

    • Oi Edson, bom dia!

      Que bom que você gosta do nosso blog!
      Como você mesmo está relatando que eles não cumprem o estipulado no seu contrato de trabalho e não cumprem o descanso semanal estipulado pela CLT, é recomendado que procure um advogado trabalhista que te oriente de acordo com a sua situação específica.

      Obrigada pela pergunta! Esperamos ter ajudado!

  44. Olá, tenho uma dúvida. Se faço uma viagem a outro município, não bati ponto, sai mais cedo que o habitual horario da empresa e estou no meu carro. Posso terminar o serviço e voltar para casa, ou tenho que ir na empresa até chegar às 18h?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *