0

Indicadores financeiros: Conheça os KPI’s que você precisa acompanhar na sua empresa

KPIs financeiros

Independente do tamanho e do porte da empresa, uma coisa é certa: acompanhar os indicadores financeiros é indispensável para manter a saúde do negócio sempre em dia! Mas, quais são os melhores KPI’s financeiros para acompanhar os resultados do seu negócio?

Pergunta que é diariamente feita por muitos empresários e responsáveis financeiros de empresas, confira neste artigo quais são os principais KPI’s para fazer uso em seu negócio e mantenha o empreendimento bem longe do vermelho.

5 indicadores financeiros para usar em sua empresa

Para quem deseja garantir que está fazendo uso de estratégias mais eficazes, é importantíssimo usar os KPI’s financeiros para uma análise completa e que indique a fundo os resultados de suas campanhas. Veja agora 5 indicadores:

1. Custos fixos e variáveis

Um KPI financeiro determinante para o acompanhamento dos resultados é o que busca avaliar os custos fixos e variáveis do negócio. Você sabe dizer exatamente quais têm sido esses custos e de onde eles vêm? Se fosse preciso economizar, quais custos poderiam ser cortados?

Uma empresa possui inúmeros custos! Entre os fixos estão geralmente os custos com aluguéis, contas de água, luz, internet e telefone, além da folha de pagamento dos funcionários. Entre os custos variáveis, por sua vez, estão os gastos com investimentos que são feitos de modo esporádico e, também, os custos que dizem respeito às viagens corporativas da equipe.

Neste ponto é imprescindível ter uma planilha detalhada em que seja possível adicionar absolutamente tudo o que é gasto dentro da rotina do negócio. Desde o cafezinho até os pagamentos que são feitos aos fornecedores, tudo deve constar nesta planilha, já que assim é possível enxergar com maior clareza os gastos a fim de diminuir despesas administrativas.

A visualização organizada dos custos é a porta de entrada para economizar quando necessário.

2. Liquidez

Sua empresa está cumprindo com cada uma das suas obrigações financeiras de curto prazo dentro do limite de tempo preestabelecido? Se não, qual tem sido a dificuldade para cumprir com essas obrigações? A empresa tem-se programado suficientemente a ponto de não ter que passar por dificuldades próximo aos seus fechamentos?

O indicador financeiro de liquidez visa, portanto, comprovar qual tem sido a capacidade da empresa no que se refere a este cumprimento. Geralmente os compromissos de curto prazo costumam ser aqueles com os fornecedores e também com os próprios colaboradores e sócios, visto que mensalmente é necessário efetuar pagamentos.

Quanto entra e quanto sai da empresa diariamente? Semana a semana? E mês a mês? A liquidez é um KPI financeiro que determina a viabilidade do orçamento atual do negócio.

Sendo assim, sua avaliação permite descobrir quanto a empresa precisa ter para garantir sua estabilidade e não enfrentar pequenas crises, tão pouco ter que arcar com juros e cobranças extras pela perda de prazos. Ter o dinheiro em caixa para pagar as contas é indispensável!

3. Lucratividade

É hora de falar especificamente do lucro. É claro que entre os indicadores financeiros este KPI não poderia ficar de fora, afinal o lucro é um dos objetivos mais simples de qualquer tipo de empreendimento, independente de seu tamanho ou porte. Todavia, muitas pessoas não sabem lidar corretamente com ele. Com isso, o negócio deixa de crescer graças a este erro.

Primeiramente, lucro não é aquilo que sobra depois que todas as vendas são feitas e todos os gastos são pagos. Aliás, ter entradas suficientes para pagar seus compromissos mensais não significa ter uma boa lucratividade. Muitos negócios pagam para trabalhar ou ficam na margem, o que entra é suficiente para quitar os compromissos, sem um lucro real.

A lucratividade é um KPI financeiro que usa o DRE – Demonstrativo de Resultado do Exercício – para mostrar quais foram as receitas geradas dentro de um período em específico. Destas receitas é destacado aquilo que de fato pode ser considerado e chamado lucro.

Veja a seguir a fórmula para fazer uso deste KPI. Repare que ela leva em conta os valores líquidos e brutos. A receita bruta é todo o valor que a empresa recebeu, seja com vendas ou pagamentos recebidos. Neste total não há a dedução dos custos. Lucro líquido é justamente o resultado final, após se extrair da receita bruta todas as despesas.

Fórmula para calcular a lucratividade: (Lucro líquido da empresa / receita bruta) x 100.

Considere o exemplo: Uma empresa teve como receita bruta o total de R$ 10 mil reais. Após realizar as devidas deduções, o lucro líquido do negócio era de R$ 2.800. Aplicando a fórmula, a lucratividade deste negócio foi de 28%. A partir deste número, a empresa poderá trabalhar melhor com suas estratégias para aumentar a sua lucratividade.

4. Geração de Caixa

Ligado à lucratividade, o KPI geração de caixa é outro indicador importante com que contar nas avaliações de como anda a saúde financeira de um negócio. A diferença, basicamente, é que neste KPI é preciso olhar também para o valor guardado a cada fim de mês pela gestão.

A geração de caixa tem por objetivo criar uma reserva financeira que poderá ajudar o negócio em momentos de crise e instabilidade. Quem conta com este tipo de previsão geralmente sobrevive as adversidades a que as empresas estão sujeitas enquanto outras vão a falência.

O indicador é fácil de ser entendido. Quanto maior, melhor. E, para saber se os planos e as metas estão no caminho certo, é importante planejar. Portanto, se a empresa espera ter uma geração de caixa de R$ 60 mil ao término do ano, é necessário entender que mensalmente a geração deve ser de R$ 5 mil reais.

A geração de caixa também é popularmente conhecida como fluxo de caixa, pois deve considerar absolutamente todas as entradas e saídas mensais do empreendimento.

5. Rentabilidade

Por fim, não menos importante, é válido mencionar também o KPI financeiro conhecido como rentabilidade. Você sabe dizer qual é a rentabilidade da sua empresa hoje em dia? A rentabilidade leva em conta não apenas os ganhos, mas também os investimentos feitos.

Em resumo, é o KPI que mede o quanto você ganha de modo proporcional aos investimentos que são feitos no negócio. Por exemplo: Para cada R$ 10 reais investidos em uma campanha, o retorno foi de R$ 25 reais e assim por diante.

Por isso, sua fórmula é: (Lucro líquido da empresa / investimentos) x 100.

A rentabilidade também visa uma melhor observação dos lucros do seu negócio, todavia esses são em relação a ativos, capitais de investimento e vendas. Uma das melhores aplicabilidades deste KPI financeiro é que ele pode ser usado para fazer várias comparações entre períodos.

É possível acompanhar e medir continuamente os resultados da empresa? Sim! Aliás, mais do que acompanhar, é possível destacar mudanças a partir da observação dos indicadores financeiros. Ao constatar que os resultados não estão indo bem, você tem maior liberdade para fazer as mudanças que julgar necessárias para mudar tais números.

Os KPI’s financeiros são perspicazes ferramentas que garantem ao empresário e gestor enxergar o negócio como ele realmente está. A partir do uso correto de tais recursos é possível evitar verdadeiras crises que poderiam levar a empresa a fechar suas portas, por exemplo.

Gostou das dicas sobre os melhores indicadores financeiros para usar na sua empresa? Está pronto para acompanhar seus resultados de modo a saber como está a saúde do negócio? Aproveite para assinar nossa newsletter e fique por dentro de outros conteúdos que, como este, vão lhe possibilitar gerir melhor o seu empreendimento.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Yanick Gudim

Founder, CEO ExpenseOn Yanick Gudim, controller com ampla experiencia em auditoria e consultoria de empresas de médio e grande porte. Durante 3 anos trabalhei como consultor financeiro para startups de tecnologia como: Just Eat, Elens, Girafas, Mega Mamute, Sorte Online, Beleza na web, Play tech, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *