0

O que é venda externa e como implantar na sua empresa?

Não basta apenas saber o que é venda externa para ter sucesso na implantação desse modelo de negócio em sua empresa. É preciso estar atento a vários aspectos que envolvem a preparação, o planejamento, a manutenção do setor e da equipe responsável por ele.

De acordo com o Sebrae, ter sucesso nesse segmento depende intimamente de um processo que integre e atenda às expectativas e necessidades do cliente e da própria empresa de maneira que ambos saiam satisfeitos da negociação.

Devido a esses aspectos é que as vendas que apresentam um percentual de valor agregado maior é o modelo de vendas externas.

Esse tipo de negócio representa para a empresa uma grande oportunidade de chegar mais perto daquele que é considerado o seu público-alvo. Quando isso é atingido, os resultados no aumento do faturamento e na renda dos próprios colaboradores que integram a equipe é uma consequência natural.

O ponto-chave aqui é definir qual a melhor maneira de se chegar ao cliente na comodidade de seu negócio e o que deve ser feito para convencê-lo de que ele precisa realmente do seu produto.

Não é uma tarefa simples. É preciso treino e dedicação. Mas é perfeitamente possível.

Quer saber como as vendas externas podem ajudar sua empresa e como implantar esse modelo em seu negócio? Conheça algumas das melhores práticas e orientações para ter sucesso na área a seguir.

Como montar uma equipe eficiente de vendas externas?

Não adianta em nada querer implantar um segmento de vendas externas na empresa e não ter uma equipe que saiba o que está fazendo. Na realidade, sem profissionais preparados dificilmente o sucesso poderá ser atingido nesse sentido.

Uma equipe que esteja bem afinada é a base de tudo. O vendedor precisa ser pró ativo, entender e compreender que o sucesso da negociação está ligado ao fato de que precisa ajudar, o máximo possível, o cliente da empresa a resolver algum problema de forma eficiente.

Uma boa ideia para estimular a equipe de vendas externas é criar uma competição saudável entre eles. Há várias formas para isso: bonificações, prêmios, brindes etc. Entretanto, é preciso ter cuidado para que isso não se torne um motivo de intrigas entre os profissionais. Vale o bom senso na hora de motivar a equipe.

Além de tudo isso, não podemos deixar de lado um aspecto fundamental para a eficiência: a tecnologia. Ela é responsável por possibilitar um aumento significativo da performance em qualquer setor, quando bem aplicada.

Tecnologia, eficiência e produtividade andam de mãos dadas dentro das empresas. Por isso é tão importante contar com um bom sistema de gerenciamento que auxilie a equipe de vendas externas. Fazendo isso será possível trabalhar e otimizar pontos fundamentais durante todo o processo de negociação com os clientes.

No mais, há algo que nunca pode ser deixado de lado: a abordagem ética. Sem ela dificilmente será possível estabelecer uma relação de confiança entre a empresa e o cliente. Tanto o gestor quanto o vendedor precisam estar no mesmo nível nesse sentido uma vez que se um lado não respeitar o outro será prejudicado.

As vendas externas giram em torno de alguns pontos: investimento na equipe e em tecnologia, criação de metas e métricas, meritocracia para equipe e foco no cliente/resultados. Em um primeiro momento tudo isso pode parecer difícil e complicado. Entretanto, com cuidado e um bom planejamento é possível fazer com que vire realidade.

Onde as vendas externas funcionam?

Quando falamos de vendas externas é bem provável que a primeira imagem que venha à mente sejam os fornecedores de produtos para supermercados e representantes de bebidas. Entretanto, o mercado é bem mais amplo do que isso. Muito mais!

Basicamente, qualquer tipo de negócio tem um potencial para aplicar o conceito de vendas externas. A dificuldade, na maior parte dos casos, está na identificação da oportunidade.

Não importa o campo de atuação da empresa, o primeiro passo é fazer uma boa análise de mercado. Depois, é preciso verificar tudo o que será necessário para vender o produto/serviço e se, de fato, a empresa tem condições para entregar o que está propondo. Planejamento e análise resumem bem esse ponto.

Automação da equipe de vendas

Neste ponto dois itens precisam ser considerados: um sistema de gestão e um sistema de força de vendas. Ao fazer a união dessas duas ferramentas, todas as etapas do processo de vendas serão otimizadas.

O cadastramento das vendas em tempo real é um claro exemplo de como a união desses dois recursos torna tudo mais rápido. Os benefícios não ficam apenas nisso. Será possível perceber uma agilidade maior em todas as etapas.

Com isso, haverá maior eficiência envolvendo pedidos, separação da mercadoria e entrega. O cliente, por sua vez, também colherá os frutos da automação: ele terá que aguardar cada vez menos tempo para receber aquilo que pediu.

Devido a tudo isso, a empresa que agora reduziu o tempo de entrega, terá mais chances de aumentar as vendas em um espaço de tempo de médio a longo prazo.

E como se isso não bastasse, temos ainda a questão da segurança. Como não será preciso gerar cópias absurdas em papel o risco de que alguma informação seja perdida ou misturada com outras é muito menor.

As ferramentas digitais permitem que os dados fiquem guardados na nuvem de forma segura. Também são muito eficientes se o assunto for a praticidade para o acesso a essas informações.

Tablets, smartphones e notebooks devem ter um papel constante na área de vendas.

Um sistema de automação também permitirá que os colaboradores da equipe de vendas externas possam acessar quando quiserem o estoque de mercadorias. Eles poderão ver rapidamente o que está em falta ou qual produto conta com mais unidades.

Com essa informação o profissional não correrá o risco de oferecer algo e ter que atrasar a entrega devido a problemas com o estoque.

Então, gostou de saber mais sobre o que é venda externa e como implantar na sua empresa? Aproveite e assine nossa newsletter para receber outras dicas e orientações.

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Yanick Gudim

Founder, CEO ExpenseOn Yanick Gudim, controller com ampla experiencia em auditoria e consultoria de empresas de médio e grande porte. Durante 3 anos trabalhei como consultor financeiro para startups de tecnologia como: Just Eat, Elens, Girafas, Mega Mamute, Sorte Online, Beleza na web, Play tech, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *