0

Perdi meu voo a trabalho: o que devo fazer?

perdi meu voo a trabalho

Hoje em dia, muitas pessoas dependem de voos para exercer suas funções. É o caso dos colaboradores que trabalham viajando. No entanto, com a correria diária ou imprevistos rotineiros, é possível que uma pessoa perca o seu voo a trabalho. 

Em alguns casos é necessário pagar pela taxa de remarcação no próprio balcão da companhia aérea. Ou ainda, realocar a pessoa para o próximo embarque. 

No entanto, quando o voo é cancelado, a pessoa também tem seus direitos assegurados. Para saber mais sobre o tema voo a trabalho, continue lendo esse post. Vamos te mostrar como proceder nesse tipo de situação. 

Saiba o que fazer quando perder um voo a trabalho

[E-BOOK] DÚVIDAS SOBRE DIREITOS EM VIAGENS CORPORATIVAS (2)

Quando o avião parte sem você, a primeira frase que vem a sua cabeça é: perdi meu voo e agora? Essa não é uma situação rara de acontecer, uma vez que vários imprevistos surgem ao longo de um dia. Especialmente os relacionados ao trânsito.

Por isso, muitas companhias aéreas orientam seus passageiros a realizar o check-in com antecedência pelo próprio celular ou outro dispositivo com acesso a internet. Isso permite que você agilize o embarque em caso de atraso em função do trânsito ou algum tipo de imprevisto. Principalmente se não houver bagagem para despachar.

Um ponto que muitas pessoas desconhecem é que uma passagem não tem mais a mesma validade de antes. Seja para voo a trabalho ou particular. Portanto, se o check-in não foi realizado e você perdeu o seu voo, a sua passagem não está perdida. É possível usá-la em outra data, pagando uma taxa para remarcação de voo.

Porém, se o passageiro sabe que não conseguirá embarcar no voo previsto, é possível cancelar a passagem e solicitar o reembolso. Isso somente ligando para a companhia aérea.

Direitos ao perder seu voo

Se você perdeu um voo a trabalho e não sabe o que fazer, saiba quais são os seus direitos:

  • Primeiramente, comunique a sua empresa sobre o caso para não haver danos ou minimizá-los. Assim, é possível remarcar aquela reunião importante e os outros compromissos;
  • Realize a remarcação do seu voo a trabalho, negociando diretamente com a companhia aérea. A ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, mudou sua resolução e as passagens não têm mais validade de um ano. Exceto quando o prazo não é informado no bilhete;
  • Quando você perde seu voo a trabalho ocorre o no-show e, nesse caso, é preciso pagar uma taxa adicional para remarcar sua viagem;
  • É possível pedir o reembolso para a companhia aérea também, caso não queira fazer a remarcação. As taxas desse serviço variam de acordo com cada companhia;
  • Passagens aéreas promocionais, geralmente, não são estornadas. Ou seja, se você perdeu seu voo a trabalho e a sua passagem estava em promoção, pode não ser reembolsado;
  • Ao perder um voo a trabalho você tem algumas despesas adicionais. Com isso, para saber como você será ressarcido por sua empresa, conheça bem a política de reembolso para despesas estruturadas. Se o empreendimento não tiver uma, consulte a própria administração e esclareça todas as dúvidas.

Esses são alguns dos direitos das pessoas que perdem seu voo a trabalho. Porém, antes de tudo, é preciso ressaltar que em uma situação como essa é preciso manter a calma. O desespero, irritabilidade ou falta de paciência não irão te levar a lugar nenhum.

Quais as causas mais comuns para se perder um voo?

[E-BOOK] DÚVIDAS SOBRE DIREITOS EM VIAGENS CORPORATIVAS (2)

Os motivos para perder um voo são os mais variados. Os principais são:

  • Atraso do próprio voo por responsabilidade da companhia aérea;
  • Situações que não são previstas como, por exemplo, manutenção no avião ou problemas na tripulação;
  • Voo cancelado pela companhia aérea.

Quais os direitos do passageiro segundo a ANAC?

Caso a companhia aérea tenha cancelado o seu voo a trabalho, algo muito comum de acontecer, você tem direitos que precisam ser exigidos. Os principais são o direito à informação e assistência material.

Na Resolução 400/2016 da ANAC, estão descritos todos os direitos do passageiro, seja para voo doméstico ou internacional, a trabalho ou pessoal, e que as companhias devem arcar com algumas obrigações. 

Se o voo a trabalho foi desmarcado pela companhia e o passageiro precisa esperar mais de uma hora, ela deve fornecer meios de comunicação para os passageiros como, por exemplo, internet e telefone.

Quando o passageiro precisa esperar mais de duas horas, a empresa aérea deve fornecer lanches. Se ultrapassar quatro horas, a pessoa tem direito a hospedagem e translado até o hotel, de ida e volta para o aeroporto.

Se o passageiro está em sua cidade, o passageiro tem o direito de ser levado para casa e da sua residência para o aeroporto para embarcar no voo reagendado. 

Há casos em que o passageiro ou a empresa que ele trabalha podem acionar a justiça e requerer indenização por danos morais. Isso se o atraso do voo a trabalho for de mais de quatro horas. Guarde todas as provas possíveis como, por exemplo, comprovantes de alimentação e qualquer boletim informativo que eles te derem.

Dicas para não perder um voo a trabalho

Para evitar a perda do seu voo a trabalho, segue abaixo algumas dicas simples e eficazes:

  • Fique atento aos painéis de controle do aeroporto, pois eles sempre informam os horários previstos para embarque;
  • Verifique no aeroporto qual é o intervalo entre um voo e outro;
  • Se houver conexão em sua viagem, opte por comprar passagens da mesma companhia aérea;
  • Chegue ao aeroporto pelo menos duas horas antes do seu voo a trabalho.

Como você viu, é preciso manter a calma, caso perca o seu voo a trabalho. Antes de tudo, ligue na empresa e informe a situação, assim você não perde os seus compromissos e pode reagendá-los.

Imprevistos acontecem, mas se planeje para nunca se atrasar. Portanto, saia mais cedo de casa para não pegar nenhum tipo de congestionamento no meio do caminho ou ter uma surpresa desagradável.

Outro ponto também que pode te ajudar a não perder o voo a trabalho é fazer o seu check-in pela internet. Assim você otimiza o seu tempo!

Quer saber quais são os seus direitos em viagem corporativa? Clique aqui e baixe o nosso e-book.

[E-BOOK] DÚVIDAS SOBRE DIREITOS EM VIAGENS CORPORATIVAS (2)

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Yanick Gudim

Founder, CEO ExpenseOn Yanick Gudim, controller com ampla experiencia em auditoria e consultoria de empresas de médio e grande porte. Durante 3 anos trabalhei como consultor financeiro para startups de tecnologia como: Just Eat, Elens, Girafas, Mega Mamute, Sorte Online, Beleza na web, Play tech, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *